O que fazer na Serra do Rio do Rastro

O que fazer na Serra do Rio do Rastro em Santa Catarina, é uma pergunta que eu escuto frequentemente. Um passeio por lá, vai muito além daquela subida espetacular. A região é rica em belezas naturais e atrativos como cavalgada, gastronomia e águas cristalinas. 

Desde pequena tenho o hábito de ir para a serra com a minha família. No começo a cidade era bem menos desenvolvida. Hoje você já encontra mais opções de hospedagem e sítios de lazer (pessoas que construirão uma casinha lá para passar o final de semana).

A primeira cidade após da Serra do Rio do Rastro se chama Bom Jardim da Serra. É uma cidade pequena, com 4400 habitantes. Foi colonizada por tropeiros, por isso, possui a cultura gaúcha inserida no seu dia a dia. Dessa região, além dos atrativos naturais, você pode esperar um bom churrasco com arroz tropeiro, daqueles de dar água na boca.

Mas e aí, o que fazer na Serra do Rio do Rastro?

Apreciar o trajeto da Serra

A Serra do Rio do Rastro é uma das estradas mais lindas que você vai ver no Brasil, pode ter certeza. Você pode começar sua aventura por ali mesmo, apreciando a natureza, as cascatas, os paredões e fazer paradas estratégicas. No meio da Serra, tem duas paradas que são lindas. Se você estiver subindo, a primeira parada é a do monumento aos tropeiros. A segunda, é um mini mirante que possui uma estrutura metálica e tem uma vista linda da estrada que compõe a serra.

Estrada da serra

Mini mirante no meio da serra

Monumento aos tropeiros

Subindo a serra

Mirante

O mirante é uma parada clássica. Ali você terá a vista mais privilegiada que a cidade pode te proporcionar da Serra. Além do mais, esse mirante tem uma estrutura bem legal, com cafeteria, restaurante, loja de produtos coloniais, loja de artesanatos, banheiros e um amplo estacionamento. Maioria das vezes faz frio e tem vento, o termômetro digital não vai te mentir.

Vista do mirante

Quati

Os quatis estão sempre por ali, adoram uma comidinha

Visitar o Parque Eólico

O Parque Eólico fica localizado bem na beira dos cânions da serra, devido aos fortes ventos do local. Lá você vai ver a enormidade dos cataventos, são 62 unidades de 140 metros cada, distribuídos em um terreno de 5000 hectares. A geração de energia pode alimentar uma cidade de 200 mil habitantes, uma pena que a maioria está parado devido a falta de manutenção. Mas de qualquer forma, é um lugar que vale a visita.

Parque eólico

Cânion da Ronda

Fica localizado ao lado do parque eólico e você tem duas maneiras de chegar lá: por dentro da reserva que ficam os eólicos ou contratando a agência Tribo da Serra, que eles possuem entrada em uma área particular que possui uma vista mais bonita do cânion.

Vista do Cânion da Ronda

Cânion da Ronda

Cascata da Barrinha

Essa é uma cascata de fácil acesso, fica localizada nas margens da rodovia que liga a serra ao centro da cidade de Bom Jardim, ao lado do portal. O nível dessa cascata fica abaixo da estrada, é preciso descer uma escadaria para chegar até o local. Esse lugar é um charme, mesmo sendo uma cascata pequena, a beleza dela é muito grande.

Cascata da Barrinha

Portal da cidade de Bom Jardim da Serra

Colher pinhão

Araucária é uma árvore típica da região serrana e origina as sementes que são chamadas de pinhão. Nas épocas de colheita você encontra facilmente em barraquinhas coloniais, nos mercados ou você pode colher de um modo artesanal. A colheita é feita entre os meses de maio e junho e você pode encontrar os pinhões caídos em baixo das Araucárias, basta sair caminhando e observar ao redor.

Leia mais: Colhendo pinhão na Serra Catarinense

Almoço na Churrascaria Tropeiro

Se você foi até a Serra do Rio do Rastro tenho certeza que vai querer ficar para o almoço também. Eu indico a Churrascaria Tropeiro, eles possuem costela de fogo de chão, espeto corrido e um buffet bem variado. As carnes são suculentas e uma mais macia que a outra. Meus favoritos são: cordeiro e coraçãozinho. A vista do local é linda, você irá almoçar com uma paisagem típica serrana com araucárias e muito verde.

Costela de fogo de chão

Buffet da Churrascaria Tropeiro

Cavalgada

Um dos melhores jeitos de você conhecer Bom Jardim da Serra é a cavalo. Muito moradores ainda utilizam esse meio de transporte na cidade, então é bem comum você ver os cavaleiros andando pela cidade e aos arredores das fazendas. Dependendo do local que você se hospedar, a própria pousada disponibiliza esse tipo de serviço. Eu já fiquei hospedada no Rio do Rastro Eco Resort e na Pousada Morro Grande, ambos tem cavalgadas.

Leis mais: Minha experiência na cavalgada em homenagem a Santa Bárbara

Cavalgada em Bom Jardim da Serra

Mergulhar no Rio Pelotas

O rio Pelotas é um curso de água que faz a divisa natural entre os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Dá origem à maior bacia hidrográfica do Rio Grande do Sul, a bacia hidrográfica do rio Uruguai. Ele atravessa toda a cidade de Bom Jardim da Serra, então é comum as casas ficarem nas margens desse rio. Ache algum lugar que dê para você tomar banho nessa água cristalina (e bem gelada).

Leis mais: Minhas experiência na Cachoeira do Rio Pelotas

Cachoeira do Rio Pelotas

Fazer visitas guiadas (Cânions das Laranjeiras e Cânion do Funil)

Além do Cânion da Ronda, que é o que tem o acesso mais fácil, também tem outros dois cânions que são lindos. Se chamam Cânion da Laranjeiras e Cânion do Funil e tem o acesso um pouco mais complicado. Para isso, recomendo que contratem a agência de ecoturismo Tribo da Serra. Eles são especializados em passeios guiados. Além desses cânions, possuem outras atividades como tirolesa e a rota das cachoeiras. Clique aqui para ver todos os passeios e não se esqueça de dizer que você leu sobre eles aqui no Viajando em 3..2..1.

Você pode salvar esse post no seu Pinterest


A Serra do Rio do Rastro foi um destino visitado pelo Encontro Rota Sul, um encontro de 12 blogueiros de viagem que teve como objetivo promover o turismo no Sul de Santa Catarina.

Blogs convidados:

Mapa na mão | Viajando em 3.. 2.. 1.. Casa de Doda | Vem que te conto D&D mundo afora | Bagagens de memórias | Viajando sem medo | Vivi na viagem | Dicas roteiros e viagens | Tire a bunda do sofá | Viajei bonito | Rota Terrestre

Apoio:

Cervejaria Lohn Bier | LATAM | Hotel Ibis Criciúma | Restaurante Bodega do Zeca | Restaurante Veneza | Engenharia Castanhel Supplay Informática e Suplementos | Effort Digital | Minha Trip 92,5 FM | Inspira Personalizados |Real Nob Hotel | Churrascaria Tropeiro | Prefeitura de Nova Veneza | Prefeitura de Orleans | Fundação Cultural de Criciúma | Multicópias | Damyller | Interclass Hotel Bolo de Mãe | Feelclean Lenços Umedecidos | Viagema | Gate 05 | Tribo da Serra Eco | Famiglia Angelotti | PAX | Omnes Cosméticos…

Já segue o blog nas redes sociais?

8 comentários sobre “O que fazer na Serra do Rio do Rastro

  1. Esse foi meu lugar preferido no Encontro Rota Sul! Amei conhecer a Serra do Rio do Rastro e pretendo voltar com mais tempo e com meu boy, para curtir o friozinho a dois. Bjs

  2. Que região linda, mas essa estrada dá um enjoo só de olhar, com tantas curvas… felizmente depois as paisagens são uma recompensa maravilhosa.
    P.S. Os quatis são tão fofos? São uma espécie de texugo?

Deixe um comentário