Roteiro de 12 dias no Peru

Conseguir montar por conta própria um roteiro de 12 dias no Peru não foi uma tarefa muito fácil. Por isso hoje eu resolvi compartilhar cada detalhe do meu roteiro, incluindo hostels que eu fiquei, locomoção de uma cidade para outra e o que eu visitei em cada dia. Confira!

3 dias em Lima

Lima é uma cidade bem diferente do que muitas pessoas esperam do Peru. É moderna e populosa, como qualquer outra cidade grande. Na maioria das vezes o céu é coberto por nuvens carregadas, mas apesar disso, não chove em Lima. Achei que três dias em Lima foi muito tempo. Mesmo sendo uma cidade grande, a área de turismo é pequena e pode ser tranquilamente visitada em um dia e meio ou dois dias.

Dia 1 – Chegamos no Peru por voltar das 9 horas manhã e fomos direto para o hostel no bairro de Miraflores deixar nossas mochilas e ir atrás de algumas coisas que faltavam para nosso roteiro: passagens de ônibus e ingresso de estudante para Machu Picchu. Depois aproveitamos para conhecer o bairro Miraflores e ficamos por ali mesmo. Fomos no Parque Kennedy (uma praça cheia de gatos e com wifi gratuito) e conhecemos a Calle de las Pizzas (rua cheia de restaurantes, ótimo para almoçar, jantar ou curtir um barzinho a noite). Tem vários restaurantes com comida peruana por ali, almoçamos em um que era s/.10 com sopa de entrada, prato principal e suco incluso.

1-blog-de-viagem-viajandoem321-roteiro-de-12-dias-no-peru-miraflores-lima-praça-dos-gatos

Dia 2 – De manhã optamos por fazer um City Tour de ônibus com a empresa Mirabus (localizada no bairro Miraflores), que custava s/.75 e com duração de 2 horas. Foi super válido, fizemos um tour no centro histórico e mostrou as principais atrações turísticas da cidade. Meio dia fomos almoçar no Larcomar, um shopping que fica em cima das falésias de Lima, de frente para o oceano pacífico. É lindo! Ideal para tomar uma cerveja (experimente a Cusqueña), almoçar bem e depois dar uma voltinha pelas lojas de marcas de alto padrão. Andamos pela orla de Miraflores, vimos a Praça dos Enamorados, assistimos os surfistas pegando ondas no pacífico e curtimos o pôr do sol apagado pelas nuvens de Lima. A noite jantamos na rua movimentada Calle de las Pizzas.

DCIM100GOPROG0196324.

Dia 3 – Pegamos um ônibus de s/.1,20 e andamos 20 minutos até chegar no Parque das Águas. Foi em vão, porque o parque só abria as três da tarde e era apenas dez da manhã. Rodamos por ali e andamos até chegar no centro de Lima. Passamos por várias feirinhas de artesanatos, outras feirinhas de comidas típicas, conhecemos o centro comercial RealPlaza, passamos pelo Poder Judicial del Peru e por vários outras construções antigas que tinha por ali. Olha… foi andado! Fim do dia fomos tomar um chopp no bairro Barranco, uma vila boemia super charmosa que fica do lado de Miraflores!

Hostel que fiquei e recomendo em Lima: KACLLA, The Healing Dog Hostel

3 dias em Huaraz

Huaraz é uma cidade pequena localizada no norte do Peru e serve como base para muitas trilha incríveis, incluindo a Laguna 69. É considerada a Suiça peruana, pois fica bem embaixo das cordilheiras brancas. Nem todo mundo inclui Huaraz no roteiro, mas como fomos com nosso super espirito aventureiro, fizemos questão de passar por lá e fazer duas trilhas!

Dia 4 – Passamos praticamente o dia todo dentro de um ônibus. A viagem de Lima a Huaraz é feita de ônibus com duração de 8 horas. Eu até poderia ter reservado a passagem durante a noite, mas falaram que a vista era linda e que valia e pena ir de dia e volta a noite. E realmente! Recomendo o mesmo para você. Fiquei com o olho vidrado na janela o tempo todo.

DCIM100GOPROG0366716.

Dia 5 – Esse foi o dia em que fizemos o Tour Pastoruri, uma trilha liiiiiinda, de 5km e a 5000 metros de altitude. Ideal para acostumar seu organismo se você quer fazer o trekking Laguna 69. Já contei todos os detalhes dessa trilha, clique aqui para conferir.

Dia 6 – Agora sim o dia que eu mais esperava! Esse dia fizemos o trekking Laguna 69, uma trilha com 4600 metros de altitude, de muito esforço e resistência, mas que é recompensada por um lago azul turquesa, ocasionada pelo derretimento da Cordilheira Branca. Veja todos os detalhes clicando aqui! Saímos de Huaraz dez horas da noite e chegamos em Lima de manhã mega cedo.

17-viajando-em-321-dicas-laguna-69-huaraz-peru

Hostel que fiquei e recomendo em Huaraz: Hospedaje Casa Blanca

1 dia em Lima / Cusco

Dia 7 – De Huaraz, chegamos em Lima às sete da manhã e fomos direto para o aeroporto. Nosso voo só sairia às 14:30, ou seja, ficamos um tempão no aeroporto. Até poderíamos sair para conhecer Lima, mas o aeroporto é longe do centro e a gente já tinha conhecido várias coisas em três dias. Chegando em Cusco, fui na agência de viagem Peru Travel Company (de um brasileiro) reservar a van para me buscar no hostel outro dia cedinho para partir para Águas Calientes. A noite conhecemos a Plaza de Armas, é linda a noite, cheio de restaurantes, super agradável de andar por ali.

Dica: descobri um outlet do ladinho do aeroporto de Lima. Do lado mesmo, dá para ir a pé. Deixei minha mochila em um guarda volume do aeroporto (7 soles a hora) e fui passar o tempo vendo as lojas. Tinha lojas como Adidas, Billabong, Quicksilver, Tommy, Nike e várias outras, com preços super em conta.

Hostel que fiquei e recomendo em Cusco: Intro Hostels Cusco

2 dias em Águas Calientes (cidade base para Machu Picchu)

A cidade de Águas Calientes é bem pequena, tem um centrinho principal e vários restaurantes. É tomada de estrangeiros, que assim como a gente, estavam ali para visitar Machu Picchu.

Dia 8 – Saímos cedinho de Cusco (7 horas de van) em direção ao caminho da hidrelétrica, onde depois ainda seria feito 3 horas de caminhada. Chegamos em Águas Caliente sete da noite, mortas!! A gente só queria jantar e dormir para acordar cedo no outro dia e subir Machu Picchu.

Dia 9 – Cinco da manhã já estávamos de pé à caminho de Machu Picchu. Preciso dizer que foi INCRÍVEL? Veja todos os detalhes nesse post, clicando aqui! Descemos MP perto da uma da tarde, almoçamos, descansamos no hostel, caminhamos pela cidade pequena, jantamos e depois fomos dormir.

16-viajando-em-321-blog-viagem-machu-picchu-peru-dicas-como-chegar-preços

Hostel que fiquei e recomendo em Águas Calientes: Hostal Imperio De Los Inkas

3 dias em Cusco

Cusco sim é a cidade típica peruana que você vê em revistas e reportagens de viagens. A cultura andina está muito presente por lá. Aliás, lá é o melhor lugar para comprar blusas de lã de alpaca e suvenires. Você verá mulheres trajadas tipicamente, ao lado de seus filhos pequenos segurando baby alpaca no colo. Bem fofos, mas cuida porque eles são bem espertinhos, veja o preço antes de bater a foto.

Dia 10 – Saímos cedo de Águas Calientes, fizemos o trajeto contrário (caminhada + van) e chegamos em cusco sete da noite. Pensa em duas pessoas mortas? Pois então… Mas mesmo assim saímos para jantar e depois ainda curtimos a noite em Cusco. (Cusco tem várias baladas legais!!)

2-blog-de-viagem-viajandoem321-roteiro-de-12-dias-no-peru-cusco-foto-típica-turista

Dia 11 – Dia de turistar!! De manhã fizemos o free walking tour e foi super válido! Conhecemos todo o centro histórico e os principais pontos turísticos do centro da cidade em duas horas. Almoçamos e a tarde caminhamos mais um pouco por conta própria. Voltamos para o hostel, tomamos banho, dormimos e a noite saímos para jantar e curtir nossa última noite em várias baladas de Cusco (tem várias, uma pertinho da outra, todas com entrada free e algumas com drinks grátis).

DCIM102GOPROG1068167.

Dia 12 – Como nosso voo era só às quatro da tarde, aproveitamos a manha para fazer o city tour de ônibus. Pagamos s/.20 e conhecemos os lugares mais afastados do centro. Foi muito legal! Até nos explicaram a diferença da lã 100% alpaca, da sintética e da alpaca baby, para ninguém nos enganar.

Hostel que fiquei e recomendo em Cusco: Ecopackers Hostels

separação - viajando

Locomoção de uma cidade para outra

Brasil -> Peru

Sai de Porto Alegre com destino a Lima, com a empresa TACA operada pela Avianca. Monitorei o preço da passagem por 2 meses, vi bastante promoções mais nenhuma em julho (por ser alta temporada, é difícil ter). Paguei R$1600 ida e volta.

Lima -> Huaraz

Optei pela empresa Movil Tuor porque tinha vários horários para o destino de Huaraz. Custou 85 soles ida e volta. Acabei comprando a passagem quando cheguei em Lima, pois no site sempre dava erro. Dica: Fique de olho nos horários, pois nosso ônibus sairia as 07:30 da manhã e mudaram para 08:30 porque não tinha passageiro suficiente.

Lima -> Cusco

Opção 1: Ônibus
Essa é a opção mais econômica, custa em média s/.200. O problema é que você levaria 22 horas para ir e depois 22 horas para voltar. Triste, né? Seriam dois dias praticamente perdidos da sua viagem. Mas se você tem tempo sobrando no roteiro e tem disposição para isso, vá em frente.

Opção 2: Avião
Essa é a opção mais rápida, porém mais cara. Existem várias cias aéreas que fazem esse trajeto, optei pela cia Star Peru e custou R$580 ida e volta (comprei uma semana antes). O avião era um teco-teco velho, barulhento e passamos por várias turbulências, mas sobrevivi e não me arrependi de ter feito essa escolha. O voo durou uma hora, foi bem rápido.

1-blog-de-viagem-viajandoem321-roteiro-de-12-dias-no-peru-star-peru_opt

Cusco -> Águas Calientes

Já discuti sobre essa questão em um outro post, veja os detalhes clicando aqui.

Opção 1: Trem
É a forma mais fácil, porém a mais a cara. Basta comprar uma passagem de trem (em média R$500) e curtir 4 horas de viagem com uma vista incrível. O trem tem vista dome, tenho certeza que você verá paisagens de tirar o folego! A passagem é comprada pelo site da PeruRail.

Opção 2: Van + Trekking (caminho pela hidrelétrica)
É a opção mais trabalhosa, mas super em conta! Custa s/.80 com almoço incluso. É preciso percorrer 6 horas de van e depois fazer um percurso de duas horas e meia caminhando. Esse é o caminho da hidrelétrica, famoso entre os mochileiros que adoram economizar ou se aventurar. Contratei a van com a agência Peru Travel Company, podem entrar em contato pelo Whatsapp do Rodrigo +51 946 789 885.

separação - viajando

Veja outros posts sobre o Peru

– Próximo destino: Peru
– Pastotuti, trilha de aclimatação em Huaraz
– Trekking Laguna 69, Huaraz
– Como planejar sua ida a Machu Picchu
– Segurança no Peru para duas mochileiras

até a próxima

separação - viajando

2.viajandoem321-blog-de-viagem-roteiro-de-12-dias-no-peru

Já segue o blog nas redes sociais?

6 comentários sobre “Roteiro de 12 dias no Peru

  1. Oi Angela, muito legal suas dicas e seu blog.

    No mês que vem estou indo para o Peru e suas dicas estão me ajudando bastante!

    Me tire uma dúvida, onde você ficou hospedada em Huaraz? Você recomenda? O link que está nesse post leva para um hostel na Colômbia.

    Obrigado!!

    • Oi Rafael! Vais adorar o Peru. Opsss, desculpa pelo erro do link, mas o nome do local é “hospedaje casa Blanca”, bem simples mas super indico! Pertinho do centro da cidade, a gente andava a pé por lá. Duas diárias, quarto privado e café da manhã incluso por U $39.

      Qlqr dúvida me chama e boa viagem!!

  2. Adoramos todas as dicas aqui, foram muito úteis. Fizemos 11 dias por lá e montamos um roteiro resumidinho do que fazer a cada dia. Colocamos um mapinha interativo pra baixar e usar offline lá.

    http://cincocantos.com.br/peru-sugestao-de-roteiro-11-dias/

    Se tiver na dúvida de onde trocar dinheiro, nós pesquisamos as cotações e compramos as cidades: http://cincocantos.com.br/peru-onde-trocar-o-dinheiro/

    Espero que ajude aos próximos viajantes.

  3. Oi, Angela. Gostei muito das dicas! Vou ficar 12 dias no Peru em dezembro/janeiro “por conta” (só quero pegar um pacote para Machu Picchu) Aparentemente, de acordo com este texto, não parece ser difícil “se virar” no Peru. Gostaria de saber quantos dólares você recomenda levar, Vamos ficar em Hostels também… pretendemos fazer uma viagem econômica. Quanto você recomenda?
    Obrigada!

    • Oii, você vai adorar o Peru, tenho certeza. Ele é um país bem estruturado para receber seus visitantes. Não te dizer qto levar em dolares, mas para você ter uma ideia, em 12 dias gastei 1800 reais (sem passagem).

Deixe um comentário