Um dia em Pipa, Rio Grande do Norte

Se eu soubesse que ficaria tão apaixonada por Pipa eu teria planejado mais uns dois dias por lá. Mas como não sabia… Acabei só passando um dia em Pipa mesmo. É uma vila pequena, com praias lindas e um centrinho bem movimentado.

Pipa fica localizada no município de Tibau do Sul, a 85 km de Natal. Começou como uma pequena vila de pescadores e aos poucos foi sendo frequentada por surfistas e foi crescendo cada vez mais. Hoje o local possui diversas opções de restaurantes, hospedagem e tem um centrinho cheio de lojas. Os estabelecimentos de Pipa são rústicos, inclusive, lembra muito a vibe da Praia do Rosa, em Santa Catarina.

Para esse passeio, contratei a empresa Marazul Receptivos, que tem um passeio bate e volta, saindo de Natal, com destino a Pipa. Uma van passou no meu hostel às 07:30h e cheguei em Pipa às 09:30h. Não é tão perto, mas a viagem é bem tranquila e passa rápido. O guia foi explicando algumas coisas sobre Pipa até chegar lá.

Confira como foi meu dia em Pipa:

Passeio de lancha na baia dos golfinhos

A baia do Golfinhos é uma praia de mar calmo onde os golfinhos realmente tomam conta. Da lancha, é possível vê-los passeando por ali, alguns gostam de se exibir e dar piruetas, mas no geral eles ficam circulando em grupos de 3 ou 4. A lancha fica ancorada na baia por 20 minutos e você pode mergulhar com os golfinhos. A vista da praia é linda, é possível ver as falésias, que são bem marcante nas praias de Pipa.

Esse passeio custa R$ 40 e a van do Marazul Receptivos te deixa bem no local que começa o passeio.

A lancha azul é a que nos levou até a baia dos golfinhos

Falésias da baia dos golfinhos

Mergulho com os golfinhos (pensa numa pessoa medrosa)

Descanso na Praia do Centro

Após a baia do Golfinhos, a empresa Marazul Receptivos te deixa a vontade até as 13:00 horas. Aproveitei para curtir a Praia do Centro, que é a principal praia de Pipa. Uma praia movimentada, com restaurantes na beira mar e muitos turistas. Fui em época de maré baixa, então formou piscina natural na areia, antes de chegar realmente no mar.

Comi alguns petiscos por ali e tomei cerveja. Prepare-se para altos preços e vendedores de todos os lados (cara vendendo passeios, capinha de celular, picolé, caixa de som, criança mostrando escultura de folha de bananeira, etc etc etc).

Restaurantes na beira mar da Praia do Centro

Piscinas naturais na Praia do Centro em Pipa

  Segue um vídeo da tranquilidade da Praia do Centro em Pipa

Ostra crua (5 unidades por R$10), pacote de castanha de caju R$10 e Heineken 650ml por R$16

Restaurante Amô

Às 13 horas, a van do Marazul Receptivos nos deixou no Restaurante Amô. Um restaurante bem decorado e muito bem localizado, pois fica do lado das famosas falésias avermelhadas de Pipa e de frente para a Praia do Amor. Eu tive meu tempo livre para almoçar e aproveitar a praia até as 15 horas (horas do retorno para Natal), mas acabei só petiscando porque quis aproveitar a praia. O restaurante é um charme só e tinha uma piscina para os clientes.

Área de descanso do restaurante Amô

Restaurante Amô

Um lugar cheio de detalhes

Piscina privativa do restaurante

Praia do Amor

Essa praia ganhou meu coração. A Praia do Amor é extensa e o mar não é nem um pouco calmo. O que chama a atenção dos turistas ali, são as piscinas naturais que formam nas horas da maré baixa. Em meio as pedras, a piscina tem água morna e cristalina. Além das piscinas, a vista das falésias e os coqueiros na beira mar dão um charme para essa praia. Dá vontade de ficar ali por muito tempo. Para chegar na praia, é preciso desder uma escadaria bem íngreme.

Praia do Amor

Escadaria de acesso a Praia do Amor

Olha essa água, super cristalina

OBS: Ás 15 horas estava marcado para voltar para Natal, mas como um casal de amigos estava lá em Pipa de carro e voltaria apenas mais tarde, acabei ficando por lá. Mais pessoas da van fizeram isso, o trajeto Natal x Pipa é complicado, pois táxi fica muito caro e ônibus tem poucos horários e o trajeto demora mais de 4 horas, então vale a pena ir com as vans do passeio. Para isso, você só precisa avisar o motorista. Passei o fim de na Praia do Amor e a noite aproveitei no centrinho de Pipa.

Noite no Centrinho de Pipa

O centro de Pipa é bem movimentado, tem muitas opções de restaurantes, bares, lanches e várias lojas legais. Cada ruazinha alternativa ou galeria que você entra, tem mais opções de lojinhas. Achei legal que a proposta do centro é bem roots, com decorações de madeira, luzes e uma vibe super positiva. Andamos muito tempo pelo centrinho, quando a gente achava de iria acabar, tinha mais uma rua enorme. É muito gostoso de andar por ali.

Pipa tem a vida noturna bem agitada, muitos bares do centrinho ficam lotados e a galera começa a “invadir” a rua. Se você gosta de viajar e ir para baladas e bares, Pipa é seu lugar com certeza. Depois que eu soube disso, acabei pesquisando mais e vi que tem muitas opções de hostels por lá. Ótimo para quem está sozinho e quer conhecer a galera.

Uma das galerias do centro de Pipa

Loja de artesanato no centro de Pipa

Tribus é um o bar que mais bomba no centro de Pipa

No centrinho de Pipa não deixe de ir na sorveteria Real de 14. É uma sorveteria premiada e tem muuuuuuitas opções de sorvetes (inclusive sem lactose, sem glúten ou sem açúcar). A noite, optamos em fazer um lanche no Boobalo Sanduicheria e tomar caipirinhas. Saímos de Pipa 23 horas (o movimento de verdade nem tinha começado ainda, mas estávamos cansados do dia inteiro), sorte que tínhamos o motorista da rodada.

Sorvetes da Real de 14 e Janta no Boobalo

Informações sobre a empresa Marazul Receptivos

Site: www.loja.marazulreceptivos.com.br

Whatsapp: (84) 99891-0100
Email: reservas@marazulreceptivo.com.br

Você pode salvar esse post no seu Pinterest

Leia mais sobre Natal

– Parasail em Natal

– Hospedagem econômica em Natal

Clique aqui e reserve sua hospedagem em Pipa

Já segue o blog nas redes sociais?

8 comentários sobre “Um dia em Pipa, Rio Grande do Norte

  1. Nossa, não tinha ideia do tanto que esse lugar é lindo! Acompanhei sua viagem no insta e fiquei encantada com esse destino. Espero conhecer em breve! Obrigada pelas dicas.

  2. Que delícia rever Pipa por seus olhos. Passei minha lua de mel em Natal e fizemos um bate-volta, mas na época (1996) não tinha mergulho com golfinhos, a gente observava de longe mesmo.

Deixe um comentário