Trilha da Lagoinha do Leste, Florianópolis

A Trilha da Lagoinha do Leste fica localizada no sul de Florianópolis e o acesso se da por meio de trilhas ou embarcações. A Praia da Lagoinha o Leste é selvagem, bem preservada e muito explorada por trilheiros e campistas.

Existem dois jeitos de chegar na Lagoinha do Leste:
1 – O mais rápido (via Praia do Pântano Sul, em média 1 hora e meia)
2 – O mais demorado e o mais bonito (via Praia do Matadeiro, em média 3 horas)

Optei por fazer os dois caminhos. Cheguei à Lagoinha do Leste pela Praia do Matadeiro e fui embora pelo Pântano Sul. Além da trilha de ida e volta, ainda tem uma trilha que é a subida do Morro da Coroa (ou seria uma escalada?). É onde fica aquela pedra famosa, clássica das fotos da Lagoinha do Leste, sabe? Calma aí que eu te explico tudo:

3-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Ida: via Praia do Matadeiro

Nossa aventura começou às nove da manhã e optamos em ir pelo caminho mais longo e mais bonito. Atravessamos a pequena Praia do Matadeiro e entramos mata a dentro pelo canto direito da praia. Os primeiros 30 minutos do percurso foi a parte mais puxada, era um morro bem ingrime e pedras grandes e escorregadias estavam em todo o caminho.

4-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

6-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Apenas no começa da trilha tinha sinalização, depois fomos só seguindo o caminho demarcado no chão. Pegamos um dia de céu aberto e mar azul que fez toda a diferença, pois praticamente todo o percurso é feito na encosta rochosa.

Depois vieram as partes planas e levemente inclinadas. Realmente, a vista era linda a todo momento! Durante o trajeto é possível pegar água potável direto da fonte, isso ajudou muito.

7-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

8-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

9-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

10-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Após 3 horas de caminhada avistamos a Praia da Lagoinha do Leste. Ali fizemos uma parada para comer, descansar e tirar várias fotos. Achávamos que a pedra famosa estaria ali, mas não. Ainda tivemos que descer o morro, atravessar toda a praia e subir um outro morro chamado Morro da Coroa.

11-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

12-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

A Praia da Lagoinha do Leste

É bem como me falaram: selvagem e preservada. A praia tem ondas agitadas que mesmo assim passaram tranquilidade e paz. As únicas pessoas que vimos estavam acampando ou com roupas de caminhada como nós.

No meio da praia tem uma lagoa e vi pessoas relaxando, mergulhando e praticando stand up. Me lembrou muito a Lagoa do Meio, que fica na Praia do Rosa. Tinha aluguel de equipamentos e um barzinho bem simples ali do lado da lagoa.

Nas duas extremidades da praia tem água fresca para encher as garrafinhas.

13-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

16-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

17-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

19-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Morro da Coroa e a famosa pedra da Lagoinha do Leste

Chegamos na praia e descobrimos onde estava a famosa pedra: no Morro da Coroa. Só de olhar o pico do morro que iriamos encarar, já dava para ver que o caminho seria punk! E foi mesmo. Devido a pouca sinalização, no começo da subida até achamos que estávamos no caminho errado. Mas ai víamos as pessoas descendo e iam nos avisando que era o caminho estava certo mesmo.

O percurso era extremamente íngreme e puxado. Vários lugares precisamos usar as duas mãos no solo, pedir ajuda um do outro e sempre com muito cuidado para não escorregar o pé. Sinceramente, parecia uma escalada, não uma caminhada. Eu olhava para baixo e pensava “O que vai acontecer se eu escorregar aqui? Caixão!”. Foi sinistro hahaha mas muito massa!

20-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Tá vendo aquele pico rochoso em cima do morro? É lá que fica a pedra das fotos bonitas! O caminho é longo…

30-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

O percurso todo é assim, bem inclinado mesmo!

29-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Tirar uma foto era uma boa desculpa para descansar!

Já estávamos tão longe que desistir não foi uma coisa que não passou pela nossa cabeça. Depois de uma hora e quinze minutos subindo, chegamos!!

Em cima desse morro existiam várias pedras parecidas, mas uma em especial, é bem plana e tem um ângulo perfeito para foto! O fundo com as montanhas e a praia com o mar azul ficava uma imagem surreal!

Olhando as pessoas tirar fotos ali em cima daquela pedra, dá muito arrepio! Parece que vão cair e que o vento vai levar. Mas ai quando eu subi na pedra e tive minha própria experiência, vi que não era assim. A pedra é larga e ali em cima não dava medo. Todo cuidado é pouco, claro! Mas foi uma sensação maravilhosa!

A pedra era bem disputada! Fomos em um feriado e pegamos fila para bater a foto. Mas quem se importa? O sacrifício foi tanto que valeu a pena!

21-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

a famosa pedra da Lagoinha do Leste!

37-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Guerreiras! ♥

24-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Repare no tamanho das pessoas lá na praia.

25-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Ficamos por ali mais um tempo explorando e tirando fotos em todas as outras pedras menos perigosas hahaha. Era tudo lindo! Fizemos mais uma pausa para descansar e comer e depois encaramos a descida!

27-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

28-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Valeu galera, foi massa!

Agora vem cá, vamos conversar sobre essa descida... Que droga de descida galera! Extremamente íngreme, escorregadia (muita areia solta) e muuuuito perigosa! Nessa hora eu pensei que não iria chegar nunca em solo plano, a adrenalina tava a mil. Tive que descer de “gatinho”, sabe? Me escorando com as mãos e com todo o cuidado do mundo para não fazer um strike nos meus amigos que estavam na minha frente. Foram mais uma hora e quinze minutos para descer. Mas cheguei e deu tudo certo. Ufa!

26-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Acabou? Nãoooo! Nessa hora ja estávamos mortos hahaha. Mas ainda estávamos na praia e precisávamos fazer a trilha de volta. Por isso optamos pela trilha mais curta, via Pântano Sul.

Volta: via Pântano Sul

Essa é uma trilha bem estruturada e sinalizada, o caminho era todo demarcado e com degraus de madeira. É um percurso mais curto, porém mais inclinado. Tivemos que subir dois morros e consequentemente, descer dois morros também. A vista é zero! Apenas mata fechada mesmo. Nem se compara a ida via Praia do Matadeiro.

Achei que seria mais tranquilo, mas imagino que juntou com nosso cansaço do dia todo e o caminho acabou ficando pesado também. Levamos uma hora e meia para chegar no fim da trilha. Nesse caminho também tem água para encher as garrafinhas, ufa.

33-viajando-em-321-como-fazer-a-trilha-da-lagoinha-do-leste-matadeiro-florianopolis-santa-catarina

Como saímos de um lado e voltamos por outro, tivemos que pegar um ônibus da Praia do Pântano até a Praia do Matadeiro (onde estava nosso carro). Nos informamos com os moradores mesmo sobre o ônibus. Esperamos vinte minutos na parada de ônibus, com a sensação de dever cumprido!

Começamos a trilha às 09:00 horas e terminamos às 16:00 horas. Nunca imaginei que seria tudo isso, poderia jurar que era uma trilha mais de boa, sabe? Mas foram 7 horas de caminhada, descanso, fotos e vistas incríveis. Sempre respeitando nossos limites e nos divertindo! Essa foi a ideia do passeio, sair da zona de conforto e explorar lugares novos!

Informações úteis:

– Não vá sozinho nessa trilha, pode ser perigoso.
– Leve duas garrafinhas de água, pois é bem cansativo.
– Leve comida, pois não tem onde comprar durante a trilha.
– Não deixe de subir o Morro da Coroa, mesmo sendo um caminho difícil, vale muito a pena!
– O sinal de telefone é inexistente, esqueça a 3G.
– Reserve o dia todo para essa trilha.
– Se você tem pressa, pode ir e voltar pela trilha Pântano Sul.
– Fui com tênis normal esportivo mas recomendo ir com botas de trilha (tem muitas pedras e partes escorregadias).

Você pode salvar esse post no seu Pinterest

separação - viajando

Explore Santa Catarina e região

– Trilha do Rio do Boi, Praia Grande
– Toca da Onça, Hostel e Camping em São José dos Ausentes

– Farol de Santa Marta, Laguna
– Praia do Rosa
 Serra do Rio do Rastro

– Praia do Gravatá, Laguna
– Parque Ecológico de Maracajá

até a próxima

Já segue o blog nas redes sociais?

13 comentários sobre “Trilha da Lagoinha do Leste, Florianópolis

  1. Nem precisa dizer que o esforço valeu à pena né?! Lugar lindo e o dia também colaborou, estava perfeito.
    Agora me diga, fazer com crianças nem pensar não é mesmo? Imagino que é melhor ficar na praia e olhar os aventureiros de longe, rs.

    Ótima aventura!

  2. Apaixonada do jeito que sou por trilhas, nem acredito que não sabia sobre essa quando fui para Floripa! Muito linda a trilha! Que vista né?
    Que vontade de voltar e passar vários dias ai para curtir de verdade a cidade! A começar pela trilha da lagoinha do leste! Adorei a dica! =)

  3. muito bem detalhado. Parabéns!!!! Uma dúvida. Sempre escuto dizer que o melhor é ir com guia. Pelo que li parece que fizeram sozinhas. Dá pra i? Não é perigoso na questão segurança ou se perder? Se foram com guia , tem como me passar o contato? Obrigada!!!

    • Oii. Fui sem guia, com três amigas e um amigo. Fiz num sábado, dia de sol, tempo bom, então estava cheio de gente na trilha. Nesse dia eu não vi perigo nenhum, mas talvez se vc queira ir em uma segunda feira, onde o movimento é pouco… sugiro um guia sim. Mas o guia seria mais pela presença de segurança do que para ajudar no caminho, pois o caminho não tem erro haha a guia é fácil de ser achada. Espero ter ajudado.

Deixe um comentário